Bem-Vindos de Volta!

      
Bem vindos de volta!

Estou muito animada com essa nova fase da minha vida e a do novo blog. Espero que todos estejam comigo nessa!

Há alguns dias perguntei no meu Facebook qual o primeiro post que vocês gostariam para o novo blog. E como eu tinha imaginado, a maioria queria saber mais detalhes sobre minha gravidez. Então hoje vou contar um pouco de como tudo aconteceu e um pequeno update desses últimos mêses em que fiquei meio sumidinha.

Eu estava um tanto quanto desanimada com o ‘What’s Up Kirlyam?’ para ser sincera. O site estava dando muito trabalho e estava super lento. Sempre que tentava postar algo, era um problema diferente. Cada vez que escrevia um post novo e resolvia adicionar, era um sofrimento danado. Isso fez com que eu escrevesse cada vez menos até que cheguei a decisão de parar totalmente.

Em Julho do ano passado, terminei meu curso e ganhei uma vaga na universidade BYU-Idaho programa online. Fiquei tão feliz que vocês nem imaginam! Finalmente um sonho tão desejado estava finalmente se tornando real. Arrumei um emprego em uma rede Fast-Food e depois de alguns mêses Alan e eu decidimos ir ao Brasil visitar minha família antes das aulas começarem (me matriculei para o início do ano de 2017).

Por causa da Fioninha, tudo tinha que ser bem planejado. Meu sonho era que ela fosse com a gente para que eu nunca precisasse me separar dela. Porém, infelizmente, não tinhamos dinheiro suficiente para poder leva-la conosco. Alan tem uma amiga muito querida que é assistente veterinaria e tem dois outros cachorrinhos que são uma fofura pura. Meu coração de mãe não queria deixa-la. Não que eu não confiasse na amiga de Alan, eu apenas estava com um sentimento estranho em relação a isso. Entretanto, não tinha nada que eu podeira fazer e eu sabia que Kristen cuidaria da Fioninha como se fosse dela.

Uma semana depois que chegamos no Brasil, Kristen liga para Alan muito preocupada dizendo que a Fiona não estava bem. Estava vomitando e tremendo muito. Na hora comecei a chorar desesperada porque não sabia o que estava acontecendo. Algumas horas depois, Kristen liga e diz que a levou no veterinário e lá eles descobriram um tumor no estomago dela. Alan e eu ficamos sem palavras! Tinhamos levado ela no vet pouco tempo atrás para um checkup e não descobriram nada. Kristen disse que o vet que ela a levou disse que poderiam tentar uma transfusão de sangue mas nada era garantido. Poucas horas depois, antes mesmo de transferirem ela de clínica para fazer a transfusão, Fioninha faleceu. Minha filha foi para o céu dos cachorros e parou de sofrer.

Isso foi um momento muito difícil tanto para mim quanto para Alan. Nós a amavamos incondicionalmente e o um ano e meio que ela viveu conosco foram cheios de amor e alegrias que ela nos proporcionou.

Quando voltamos para casa, foi ainda pior. Tudo dela estava aqui. E aquela dor voltou com tudo novamente. Perder um bichinho não é fácil! Dói de uma maneira indescritível. Esses bichinhos foram mandados a terra para nos amar sem limítes e nos ensinar a sermos melhores pessoas. Agradeço profundamente a Deus pela oportunidade de ter conhecido a Fiona e ter cuidado dela por menos de dois anos. Ela me ensinou tanto! Espero do fundo do coração que ela saiba o quanto a amamos e que nunca nos esqueceremos dela.

Depois de perdermos a Fioninha, a casa ficou grande demais. Alan e eu começamos a conversar sobre a vida e sobre nosso futuro. Não tinhamos mais nenhuma razão para não adicionarmos mais um membro a nossa família.

Então aí começa a outra parte da nossa vida que nos mudará para sempre…

                                                                                                          Continua na parte 2!