90 Day Fiancé: What Now?


Hello you all!

With this post I want to talk to you about the new web series that Alan and I are participating. It is called “90 Day Fiancée: What Now?”.   

TLC is always wanting updates about our lives, trying to find if anything interesting is happening with us. Our life is perfect normal; we are a couple who likes to do all the normal stuff that everyone else’s like. We never fight, we don’t have all the necessary drama for a TV show. Yay for that! Lol.

Days after we find out that we are expecting our first kid, TLC contacted us again hoping that we could give them any good news. And we did it! I got pregnant! Lol. We talk and they said they wanted to do an update episode with us but this one would only be on their web site.

After some conversation, they came and filmed with us and it was an amazing experience! The crew was super professional and treat us super well. We had fun and worked very hard to make a good show for you all.

They launched the two new episodes last Sunday on TLC web site. No, it will not show on TV, only on their website.

I hope you guys watch and like it! It was very funny to do. To watch it you only need to go to their website https://www.tlc.com/ and it is the very first thing that shows on their page.

Watch it and let me know what you think!

Xo

Fiz esse post diferente do que de costume, né?! Priorizei os gringos aqui haha’.

Mas foi mesmo (haha). Infelizmente, o que eu disse para eles não se aplica as pessoas que vivem no Brasil. O que é uma pena por que a maioria das pessoas que lerão esse post são brasileiros.

TLC sempre nos contata querendo saber se temos alguma novidade ou algum update bacana para eles. A nossa vida de casados é perfeitamente normal; nós gostamos de fazer o que todo casal gosta. Dar um passeio, assistir filmes, ficar quetinhos em casa fazendo maratona de filmes na Netflix, e coisas assim. Nós nunca brigamos, nunca mesmo. Já os desintendemos algumas vezes, mas nada grande. Ou seja nossa vida é bem normal e não tem o drama necessário para um programa de tv. Eba para isso (haha)’

Alguns dias depois de descobrimos que estavamos esperando nosso primeiro bebêzinho, TLC nos contatou novamente querendo saber se tinhamos alguma coisa bacana para lhes contar. E finalmente tinhamos (haha). Eles disseram que iriam querer fazer um episodio novo conosco mas este iria apenas para o web site deles. Topamos, claro!

Depois de um tempo, eles vieram até nossa casa e filmaram o episódio. E foi uma baita de uma experiência! A equipe de filmagem era super bacana e foram super legais com a gente. Nos divertimos demais filmando esse update e também trabalhamos muito para fazer um episódio bem legal para vocês.

Eles lançaram os dois novos episódios no site deles o www.tlc.com no último domingo. E não, os episódios não passarão na tv, apenas no site deles.

Mas infelizmente, assim que lançou o episódio, eu corri para contar para minha família para que eles pudessem assistir também e postei no meu Instagram. Assim que eles entraram no site e clicaram no vídeo percebemos que não daria para assistir. Tentamos de tudo e nada.

Então se você é do Brasil e conseguiu assistir, me conta como fez! Queria muito que todos tivessem a oportunidade também.

E se você quer fazer uma tentativa de assistir pelo web site o endereço é https://www.tlc.com/ Assim que você entrar no site vai ser a primeira coisa que vai aparecer lá.

E se você assistiu, me conta o que achou!

Bjo

O ódio na Internet


Eu tô gostando tanto dessa nova fase do blog, gente! De verdade! Não tô fazendo posts para “encher linguiça”, sabe?! Apenas escrevo o que tenho vontade e o que acho que pode trazer algo de bom para vocês também. Tendo isso em mente tinha bastante tempo, bastante tempo MESMO que queria falar desse assunto de hoje com vocês. Porém, nunca achava que deveria. Até que comecei a pensar melhor sobre e achei que era o momento certo para isso. Espero que vocês leiam até o final.

I’m enjoying this new blog phase so much, guys! Really! I’m not writing posts only to do, you know what I mean? I write what I want, what I feel that is going to be a good content for the blog and for you all. Thinking this way, I have decided to write this post. I hope you all read it until the end.

A internet é uma ferramenta realmente incrível, não é mesmo? Nos aproxima daqueles que estamos loge fisicamente. Nos traz informações em questões de segundos e também nos traz entretenimento. É realmente algo maravilhoso! Sou super fan!

Internet is such an amazing tool, right? Can bring us closer to those who is far from us. Bring us information in seconds and bring us entertainment. It is awesome! Huge fan here!

Entretanto, aqui é uma terra “sem leis”. As pessoas dizem o que pensam, ofendem e machucam ao outro sem medo de serem punidos pela lei. Felizmente, isso vem mudando.

Although, this is a “no law land”. People think they can say whatever they want not worrying who or how they can affect others. Fortunately, this reality it’s changing.

Participar do 90 Day Fiancé me trouxe muita coisa bacana para a vida. Muita coisa mesmo! Foi uma experiência única. Quantas pessoas podem dizer que apareceram na tv internacionalmente? Acho muito chique! Também me trouxe muita gente querida, muitas amizades, mesmo que virtuais. Pessoas que se preocupam e estão sempre em contato pelas vias sociais. Demonstrando o carinho, adimiração e preocupação. Por ultimo mas não menos importante, tive a oportunidade de mostrar ao mundo que o amor é capaz de vencer muitas barreiras e desafios. Que todos os sacrificios e lagrimas valem a pena por que no final você está com a pessoa que vai passar o resto da vida e da eternidade ao lado. Seu melhor amigo (a), namorado (a) e companheiro (a).

To be part of 90 Day Fiancé was an unique experience in my life. How many people can say they were part of a TV Show, right? I’m very thankful for all that has brought into my life. I made so many friendship because of the show! So many people that went through the same as I did and because of that became close to me. I felt very loved by so many! Thank you for being part of that!

Infelizmente, como disse antes, tem muitas pessoas que só querem saber de expalhar ódio e dar opiniões sem antes averiguar a veracidade da coisa. Quantas vezes eu não me deparei com comentários cheios de ódio de alguém sobre meu esposo. Dizendo mentiras e coisas tão feias que não existe nem um por cento de verdade e fundamento. Essa mesma pessoa que nos viu por 15 mints em um programa de televisão e acha que conhece toda nossa história e se sente no direito de dizer coisas ruins sobre ele e sobre nosso relacionamento. Alan é uma das melhores pessoas que já conheci na vida. Ele tem um coração tão lindo, gente! Cheio de amor e cuidado com as pessoas. Ele se preocupa e coloca o próximo sempre a frente dele mesmo. Não conheço ninguém que seja como ele. E sou grata por poder viver ao lado dele todos os dias!

Well, not all the experience was that awesome, unfortunately. As I said before, there are so many bad people who wants to spread only negativity on people’s life. And they use internet to hurt others with the idea of not being punished. Countless times I read hateful comments about Alan, people lying and saying whatever they thought would make them feel cool or funny. Those same people who saw us on a TV show for 15 minutes and think they know all our history together.

 Alan is one of the best people I know! His heart is full of love and compassion for his next. He is the kind of guy who will ALWAYS put people feelings and necessity before himself. I’m 25 years old and never met someone like him before. I couldn’t be more thankful and proud for having the opportunity to live with him for all eternity.

Desde muito nova eu não me importo com o que as outras pessoas pensam ou dizem ao meu respeito. Quantas vezes não li coisas ruins sobre mim. O que não tem de gente dizendo que eu quero só o Green Card, ou que estou aqui apenas para me tornar modelo (?) (lol). Sinceramente eu acho bem engraçado!

Since very young I learned that I shouldn’t care about what people think or say about me. And believe, people say, a lot! How many times I read the same type of comments about me! So many people saying that I only wanted the Green Card or I was here because I wanted to become a model… lol. Honestly, I just laugh of this people.

E não acontece apenas comigo ou com Alan não. Hoje mesmo li tantos comentários cheios de ódio sobre uma das ex-participantes do programa! Dizendo que a filhinha dela não era do marido por que a bebê tinha cor de pele diferente da deles. Eu fiquei tão chocada! Falarem mal de um bebê! Usaram o bebêzinho deles para os afetarem! Onde o mundo vai parar, gente?!

And this won’t happen only with Alan and me. Today I read SO MANY hateful comments about one of the ex-participants of the show. And you know what is even worse, they were talking about their daughter! I was speechless! People was using the couple’s daughter to try to hurt them.

Vocês sabiam que meu pai é negro? Ninguém na minha família tem olhos claros ou cabelos loiros. Meu filho tem muitas chances de puxar meu pai, e não ter nada a ver comigo ou Alan. Isso significaria que ele não é filho do meu marido? Quem deu o direito a essas pessoas de quererem prejudicar um casamento e a vida de um ser inocente apenas para poder espalhar o ódio ou a inveja (sei lá) que tem dentro de si?

Did you know that my dad has dark skin? No one in my family has blue eyes or blond hair. My son has all the possibilities to look like my dad and doesn’t look anything like me or Alan. Would that mean that his is not Alan’s son? Only because he doesn’t look like him or me? Who gave those people the right to judge and try to harm someone else’s matrimony? And the worse thing of all is trying to use an innocent kid to do it! What kind of people does that?

Os comentários que vocês, que nós fazemos, podem afetar e muito a vida de uma pessoa! Seja ele para o bem ou para o mal. Que possamos espalhar mais amor no mudo, ele já tá cheio demais de coisas negativas!

The comments that you say, that we say, can affect a lot someone’s life. Might be for the good or the bad. May we spread more love in the world, it is already too full of hate.

Vamos primeiro verificar os fatos antes de dar opiniões. Vamos procurar ler mais antes de julgar algo apenas pelo o que ouviu alguém dizer ou viu. Que sejamos todos uma luz na vida das pessoas e possamos apenas trazer o bem aqueles ao nosso redor.

Let’s first verify the facts before give opinions. Let’s read more before judge something or someone only because what we have heard someone said. May we all be a light in people’s life and always let them feeling better than before we came to them.

Esse post não tem o menor proposito de afetar ou ofender ninguém, muito pelo contrário. Espero que todos entendam a mensagem por traz desse post. Acredito que a maioria das pessoas que estão aqui não merecem ler isso, mas eu precisava escrever. Espero que entendam o meu propósito aqui!

This post doesn’t have the purpose to offend anyone, quite the opposite. I hope you all understand the message I hope to transmit to you. I believe that many of you doesn’t deserve to read this, but I had to write. I hope you understand!

Xo

Pequeno Photoshoot


Segunda-feira, dia 29 de maio, foi feriado aqui nos Estados Unidos. Alan e eu passamos um dia bem tranquilo juntos e aproveitamos para fazer uma pequena sessão de fotos para o acompanhamento da gravidez.

No final dessa semana já entro no meu sexto mês! Ainda nem dá pra acreditar (lol). A minha barriga está cada dia maior e mais pesada, Liam está crescendo saudável e bem, graças ao bom Deus e Alan e eu estamos cada dia mais felizes com nosso filho lindo!

Espero que gostem das fotos. Logo, logo tem mais!

Bem-Vindos de Volta! Parte 2


Nós dois já haviamos ido a nossa médica antes e conversado sobre o fato que no ano de 2017, provavelmente, iriamos tentar ter filhos. Durante nossa conversa ela disse que como eu já tomava remédio a mais de 3 anos e meio, seria bem provável que demoraria até eu poder engravidar. Provavelmente, demoraria entre 6 mêses à um ano e como nós dois não estávamos com muita pressa, não nos preocupamos muito.

No natal de 2016, Alan e eu começamos a conversar sobre aumentar nossa família e os motivos e por que de ainda não termos filhos. A perda da Fioninha foi um fator muito importante para a nossa decisão e eu sei que algumas pessoas podem achar isso uma motivo idiota, porém, para nós dois não foi.

Em dezembro começamos nossas tentativas de engravidar.

Em janeiro, quando minha menstruação estava para vir, começamos a ficar ansiosos. Como eu tinha parado o remédio, eu estava em dúvida do dia certo que ela viria, marquei no calendário entre dia 19 e 26 de janeiro. Porém, no dia 22, em um domingo, Alan disse que eu estava diferente.

Tenho que confessar, durante minha TPM eu não sou nada legal (lol) parece que um monstro que estava dormindo se desperta e eu fico insuportável (lol) e meu pobre marido que tem que aguentar a barra. Ele disse que eu deveria fazer um teste de gravidez porque eu não estava tão chata como eu sempre fico (hahaha). Em defesa dele, ele tentou traduzir o que estava na mente dele e não se saiu muito bem, e eu não culpo ele não, eu fico chata mesmo (hahaha).

Ele insistiu para que eu fisesse um teste mas eu não queria, bati o pé e disse que eu não estava gravida, que eu conhecia meu corpo e era impossível já estar tão cedo. O bichinho ficou com uma carinha de tristeza que resolvi fazer só para provar que eu estava certa (lol).

Tinhamos um teste de gravidez guardado aqui em casa há anos, e ele já estava até vencido. Resolvi usar ele mesmo, mas lemos na internet que testes vencidos podem dar um falso-posivito. Fiz o teste, deu posivito. Corremos na farmacia e compramos uma caixinha com mais dois testes. Chegando em casa, corri para fazer mais um. Deu positivo também. Fiz o outro da caixinha, ele também deu posivito. Falei pro Alan: “Não tá certo esse trem não! Pode ir na farmacia comprar outro!” O bichinho foi na farmácia e comprou outra caixinha com 2. E adivinha? Os dois deram positivo, claro! Todos os cinco testes deram positivo!

Alan estava explodindo de emoção! Uma luz iluminou o sorriso dele como nunca tinha visto antes e aquilo só me fez ficar ainda mais apaixonada por ele. Eu? Eu estava totalmente sem reação. Minha mente não estava conseguindo processar aquela informação! A médica não disse que demoraria quase um ano? Como era possivel eu estar gravida? Como eu iria cuidar de um filho? Eu não sei ser mãe! Eu não sei cuidar de um bebêzinho! Alan nasceu para ser pai, eu ainda tinha que aprender a ser mãe! E que Deus abençoasse para que o bebê nascesse com saúde.

Isso e muito mais passou em minha mente em menos de um milésimo de segundo. Depois do choque, comecei a chorar desesperadamente (lol). Um misto de felicidade pura e medo tomou conta de mim e tudo que Alan e eu fizemos foi nos abraçar a agradecer a Deus por aquele milagre.

Esses ultimos 5 mêses tem sido os mais incríveis da minha vida! O primeiro ultrassom, o primeiro chute, a primeira roupinha, meu corpo e minha mente mudando… Tudo está diferente, e eu não poderia estar mais feliz. Carinhosamente chamado de Parasitazinho (lol) Liam é o milagre que fez com que nossa felicidade ficasse ainda maior. Estou aprendendo tanto e ainda tem muito mais para aprender, eu sei. E sou grata por cada um desses detalhes que vem acontecendo.

Mal posso esperar para poder pegar ele nos meus braços e ver o seu rostinho! Deus nos concedeu esse milagre e tudo que faço é agradece-Lo por confiar a nós dois um de seus filhos.

Bem-Vindos de Volta!

      
Bem vindos de volta!

Estou muito animada com essa nova fase da minha vida e a do novo blog. Espero que todos estejam comigo nessa!

Há alguns dias perguntei no meu Facebook qual o primeiro post que vocês gostariam para o novo blog. E como eu tinha imaginado, a maioria queria saber mais detalhes sobre minha gravidez. Então hoje vou contar um pouco de como tudo aconteceu e um pequeno update desses últimos mêses em que fiquei meio sumidinha.

Eu estava um tanto quanto desanimada com o ‘What’s Up Kirlyam?’ para ser sincera. O site estava dando muito trabalho e estava super lento. Sempre que tentava postar algo, era um problema diferente. Cada vez que escrevia um post novo e resolvia adicionar, era um sofrimento danado. Isso fez com que eu escrevesse cada vez menos até que cheguei a decisão de parar totalmente.

Em Julho do ano passado, terminei meu curso e ganhei uma vaga na universidade BYU-Idaho programa online. Fiquei tão feliz que vocês nem imaginam! Finalmente um sonho tão desejado estava finalmente se tornando real. Arrumei um emprego em uma rede Fast-Food e depois de alguns mêses Alan e eu decidimos ir ao Brasil visitar minha família antes das aulas começarem (me matriculei para o início do ano de 2017).

Por causa da Fioninha, tudo tinha que ser bem planejado. Meu sonho era que ela fosse com a gente para que eu nunca precisasse me separar dela. Porém, infelizmente, não tinhamos dinheiro suficiente para poder leva-la conosco. Alan tem uma amiga muito querida que é assistente veterinaria e tem dois outros cachorrinhos que são uma fofura pura. Meu coração de mãe não queria deixa-la. Não que eu não confiasse na amiga de Alan, eu apenas estava com um sentimento estranho em relação a isso. Entretanto, não tinha nada que eu podeira fazer e eu sabia que Kristen cuidaria da Fioninha como se fosse dela.

Uma semana depois que chegamos no Brasil, Kristen liga para Alan muito preocupada dizendo que a Fiona não estava bem. Estava vomitando e tremendo muito. Na hora comecei a chorar desesperada porque não sabia o que estava acontecendo. Algumas horas depois, Kristen liga e diz que a levou no veterinário e lá eles descobriram um tumor no estomago dela. Alan e eu ficamos sem palavras! Tinhamos levado ela no vet pouco tempo atrás para um checkup e não descobriram nada. Kristen disse que o vet que ela a levou disse que poderiam tentar uma transfusão de sangue mas nada era garantido. Poucas horas depois, antes mesmo de transferirem ela de clínica para fazer a transfusão, Fioninha faleceu. Minha filha foi para o céu dos cachorros e parou de sofrer.

Isso foi um momento muito difícil tanto para mim quanto para Alan. Nós a amavamos incondicionalmente e o um ano e meio que ela viveu conosco foram cheios de amor e alegrias que ela nos proporcionou.

Quando voltamos para casa, foi ainda pior. Tudo dela estava aqui. E aquela dor voltou com tudo novamente. Perder um bichinho não é fácil! Dói de uma maneira indescritível. Esses bichinhos foram mandados a terra para nos amar sem limítes e nos ensinar a sermos melhores pessoas. Agradeço profundamente a Deus pela oportunidade de ter conhecido a Fiona e ter cuidado dela por menos de dois anos. Ela me ensinou tanto! Espero do fundo do coração que ela saiba o quanto a amamos e que nunca nos esqueceremos dela.

Depois de perdermos a Fioninha, a casa ficou grande demais. Alan e eu começamos a conversar sobre a vida e sobre nosso futuro. Não tinhamos mais nenhuma razão para não adicionarmos mais um membro a nossa família.

Então aí começa a outra parte da nossa vida que nos mudará para sempre…

                                                                                                          Continua na parte 2!